Noite de Poesia ao Luar…

A CCV  no Second Life associou-se à Terra dos Sonhos,  promovendo uma grande campanha com base em Um Sorriso Vale Tudo, organizando e apoiando todas as comunidades que resolveram aderir a este projecto.

A Casa da Raposa – Poesia e Cultura, na Ilha de S. Jorge, no Second Life resolveu aderir a este projecto pelo que a sua Noite de Poesia ao Luar serviu para angariar fundos através de caixas colocadas na land para o efeito, a favor daquele projecto.

A Noite decorreu num ambiente super amigável e poético, onde a Lua prateada foi companheira…

Momentos altos, foram a leitura de um poema de uma tal Menina Marota de forma muito acalorada pelo Deus Burnstein, de dois poemas de Florbela Espanca pela voz melíflua do ElectroescadaS Metall e, ainda, Fernando Pessoa foi lido num sotaque bem brasileiro pela Safira Zapatero, poesia de autores chineses por Cafapafa Lemon e pela Aradhana, bem como de outros autores, a voz calma e doce do Renato Mendle leu poesia que dava a adivinhar os respectivos autores; momento emocionante onde cada um dava o seu próprio palpite

Estiveram presentes ainda Carlah String, Solrak Footman, Duda Enzo e a Saga Tuqiri (se bem que a Saga por pouco tempo, talvez um certo leilão de solteiros a decorrer igualmente num outro local, tivesse motivado a sua saída) e um estranho de rabo-de-cavalo que não se identificou, como se poderá ver numa das fotos que vão ilustrar este texto.

Começar

 começando

Safira Zapatero

Cafapava e Electro

Poesia ao Luar

Aradhana e Deus

Electro declamando

Deus e Renato

Renato e Cafapafa

o Belo Deus

E o Anjo chegou...

Terminou de uma forma curiosa como se pode verificar com o Cafapafa (um conhecido poeta da nossa blogosfera) numa curiosa dança…

Final da noite

A Aradhana emocionada pelo calor de mais uma noite poética adormeceu na sua nova tenda…

nova tenda

Poderão ver mais imagens desta e de outras noites, no álbum do Flickr, aí mesmo do lado esquerdo da página, à distância de um clik…

Anúncios

2 pensamentos sobre “Noite de Poesia ao Luar…

  1. Logo neste dia tinha que me ir abaixo. A essa hora já eu dormia profundamente. Ficará p’rá próxima. Bom ambiente que estava! Jorge

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s